Maciel Melo Um PoetaCantador

News3

Maciel Melo é um dos grandes nomes da nossa Cultura Popular Nordestina e merece ser homenageado.

Cantador de mão cheia, compositor/poeta de primeira e um apaixonado por tudo que é nosso. Por tudo isso ele é o homenageado de hoje do “A Arte Do Meu Povo!”.


Para saber mais sobre Maciel pesquisei e encontrei boas informações no site https://pe-az.com.br/editorias/biografias/m/923-maciel-melo , e foi lá que encontrei essas palavras:

Cantor e compositor, Maciel Melo nasceu a 26 de maio de 1962, em Iguaracy, cidade do Sertão pernambucano do Pajeú, a 363 km do Recife. Conviveu com a música desde cedo, pois seu pai, Mestre Heleno Louro, era músico e consertador de foles de oito baixos. É o quarto filho de uma família de onze irmãos.

Em sua terra natal, onde morou até os 16 anos de idade, Maciel Melo participou da banda marcial da cidade. De Iguaracy, mudou-se para Sobradinho, na Bahia, onde integrou grupos de teatro amador e, em 1977, concluiu o curso ginasial. Em 1978, já morando em Petrolina, iniciou a carreira de compositor e cantor.

De Petrolina, Maciel Melo mudou para a cidade de São Paulo, onde ainda tentou desenvolver outras atividades, como, por exemplo, trabalhar na Editora Vozes, mas logo se convenceu de que o seu destino era mesmo a música. Antes de gravar o primeiro disco, teve uma de suas composições lançada pelo Quinteto Violado (Erva Doce, 1985).

Maciel Melo gravou o seu primeiro disco em 1987, o vinil Desafio das Léguas, composto em parceria com o poeta pernambucano Virgílio Siqueira e que teve as participações especiais dos compositores Xangai, Vital Farias, Dércio Marques e do violinista francês Frederic Victor.

Mas, o primeiro sucesso de Maciel Melo só surgiria em 1991: foi o xote Que Nem Vem-Vem, gravado pelo cantor paraibano Flávio José. Em 1992, também lançada por Flávio José, a composição Caboclo Sonhador estoura nas paradas e torna o seu autor conhecido entre os grandes nomes da música nordestina.

Entre outros grandes nomes da Música Popular Brasileira, já gravaram composições de Maciel Melo os seguintes cantores/compositores: Fagner, Flávio José, Elba Ramalho, Renato Teixeira, Xangai, Sivuca, Dominguinhos, Marines, Petrúcio Amorim e Amelinha.

Maciel Melo também participou de vários festivais de música, como por exemplo, o Canta Nordeste, promovido pela Rede Globo em 1995, no qual conquistou o 1º lugar com a canção Meninos do Sertão, em parceria com Petrúcio Amorim. Outro foi o Recifrevo, organizado pela TV. Jornal do Commércio.

DISCOGRAFIA:

Desafio das Léguas, 1989, Vinil independente
Janelas, 1996, Gravadora Velas
Jeito Maroto, 1998, Gravadora Kuarup
Alegria de Nós Dois, 1999, Gravadora Somzoom
Isso Vale um Abraço, 2000, produção independente
Acelerando o Coração, 2001, produção Independente
Solado da Chinela, 2002, produção independente
Dê cá um Cheiro, 2005
Nascente, 2006
CD Isso Vale um Abraço – Ao vivo no Teatro Guararapes, 2008
DVD Isso Vale um Abraço – Ao vivo no Teatro Guararapes, 2008
Sem ouro e sem mágoa, 2009”


E Viva  "A ARTE DO MEU POVO"!!

Deixe seu comentário